Início Séries Review Crítica | Jig Saw (Jogos Mortais)

Crítica | Jig Saw (Jogos Mortais)

Review sem spoilers do oitavo filme da franquia

36
0
COMPARTILHAR

7 anos após oéSaw 3D – O Capétulo Final,émais um filme da maior franquia de terror do cinema será lanéada e estreia nos cinemas nacionais diaé30 de Novembroécom a distribuiéA?o daéParis Filmes.éO Filme mantém a formula que todos adoram que provoca agonia ou embrulho no estomago ao ver as cenas de dor e tortura, mas além disso tem uma diferenciaéA?o interessante em relação aos outros filmes da franquia com acontecimentos da história tendo conexées de tempo um pouco distantes umas das outras. Uma série de assassinatos brutais comeéam a assustar a cidade, A? medida que as investigaéées comeéam, o culpado apontado é John Kramer, mais conhecido como JIGSAW, porém o sódico Saw está morto a mais de dez anos e como isso poderia estar acontecendo?

As dávidas tomam conta dos investigadores, eles tentam juntar as “peéas do quebra-cabeça” para descobrir quem seria o novo aprendiz que deu continuidade ao legado dos jogos mortais. Enquanto buscam respostas, 5 pessoas estão aprisionadas em uma antiga fazenda e essas pessoas são pegas para confessarem seus ‘pecados’ e com isso rolam as famosas cenas de sangue, corpo humano exposto e mutilaéA?o,étépicas e marcantes da franquia. O final conta com um plot-twist mirabolante que explica as dávidas geradas ao longo do filme podendo trazer a satisfaéA?o dos fans ou não. O filme tem algumas falhas com relação a profundidade de personagem e criatividade, entretanto no geral o filme busca algumas referências do passado e cumpre seu papel como jogos mortais, éébastante divertido, e não deixa de ser prazeroso acompanhar o desenrolar dos enigmas e armadilhas do filme.éQue os jogos comecem.

https://www.facebook.com/Maratoneii/videos/1482767698482437/